"Que minha vida e minha glória sejam jogadas ao chão e do pó possa brotar um perfeito adorador" Filhos do Homem

sexta-feira, 20 de abril de 2007

Um André a ser seguido

"Breve serei um respeitado sacerdote da igreja Católica", pensou o jovem rapaz ao pisar no pátio do Seminário.

Assim começou a ministério de um jovem de 17 anos chamado André Bernardino, que viajou ao Rio de Janeiro para realizar seu sonho de se tornar um padre da igreja católica. Longe de casa, da família, André acaba conhecendo e se envolvendo com a vida da boemia carioca.

Tempo depois acabou contraindo tuberculose, o que resultou em sua expulsão do seminário onde estudava e morava.

Sem ter onde morar e ninguém para ampará-lo nesse momento, foi viver no porão de um navio que estava ancorado no porto, onde outras pessoas viviam também. Um outro jovem, vendo que a situação da saúde de André era crítica, resolveu chamar um pastor para orar por ele ali no navio. Vieram então dois homens suecos chamados Daniel Berg e Gunnar Vingren e um terceiro missionário chamado Paulo Leivas Macalão.

Era inverno de 1930, e um milagre aconteceu. André foi curado instantaneamente através da oração dos jovens missionários e depois desse dia sua vida mudou. Passou a morar na igreja assembléia de Deus de São Cristóvam – RJ e ser discipulado pelo pastor Vingren.

Depois de um período de sete meses ali, resolveu voltar a sua terra natal, uma cidade no litoral catarinense chamada Itajaí. E chegando em Itajaí o jovem André começa a pregar e testemunhar para sua família. No primeiro culto realizado na casa de uma tia, o irmão André prega seu primeiro sermão em terras catarinenses, e nesse culto duas almas aceitam a Jesus!

Dia 15 de março de 1931, foi o início do ministério do irmão André e o começo da história da Assembléia de Deus em Santa Catarina e no dia 03 de janeiro de 1932 o pastor Gunnar Vingren nomeia o irmão André Bernardino a pastor. E então o pastor André permaneceu na frente do trabalho em Santa Catarina até 1943, quando retornou ao Rio de Janeiro.

Por causa da coragem e do amor do irmão André, que nós catarinenses podemos conhecer esse Jesus maravilhoso. Por isso meu irmão, não deixe de falar do amor do nosso Senhor, sempre tem alguém precisando ouvir o que Ele tem para falar. Seja como o irmão André, corajoso e com um coração voluntário na presença de Deus que com certeza você vai ser muito usado em suas mãos!

Nenhum comentário: