"Que minha vida e minha glória sejam jogadas ao chão e do pó possa brotar um perfeito adorador" Filhos do Homem

quarta-feira, 1 de agosto de 2007

Somos ou não Levitas?

Está correndo por aí uma febre muito grande de chamar os ministros de louvor e os músicos das igrejas de “Levitas”, mas por que só os músicos?
Vamos voltar a origem da palavra, Levitas quer dizer descendente de Levi, um dos 12 filhos de Jacó. Sendo assim, no sentido literário da palavra, não somos “levitas”, pois não somos descendentes de Levi.
Mas onde então podemos nos assemelhar a eles?A tribo de Levi, se destacou entre as outras 11 tribos de Israel porque decidiu servir somente ao Deus altíssimo, o Deus de seu pai Jacó (32:26). Foi aí que os Levitas foram separados para o sacerdócio e para auxiliar no serviço do templo.
Eram eles os responsáveis por todo o culto ao Senhor. Limpavam o templo, os utensílios, os preparativos para o sacrifício e os sacerdotes que realizavam os sacrifícios (culto) a Deus eram também descendentes de Levi. E quando precisavam levantar acampamento, os levitas cuidavam de carregar o tabernáculo pelo deserto.
Outro fato importante, quando Deus fala a Arão, o sacerdote, que nem ele e nenhum dos filhos de Levi deveriam ter herança daquela terra, pois o Senhor é a sua herança. (Nm 18: 20.23).
Vimos que em nenhum momento se fala em louvor a Deus com música, apenas mais tarde, já no reinado de Davi que é instituído o louvor como forma de adoração e culto a Deus, e então são separados os levitas para mais esse trabalho na casa do Senhor, destacando Asafe, Hemã e Jedutum, que profetizavam com harpas, alaúdes e saltérios.
E o mais importante, eram os levitas que levavam a arca da aliança, que representava a presença de Deus. E nós somos ainda responsáveis de levar a presença de Deus e zelar pelo santuário do Espírito Santo que é o nosso corpo.
Portanto, somos todos os Levitas da nova aliança, indiferente de qual seja sua contribuição para a obra de Deus, desde a pessoa que limpa e arruma a igreja, até o pastor responsável pelo culto.
Só nos basta zelar e fazer valer o significado desse nome, e saber que nossa herança não é aqui, mas já está preparada para nós na Nova Jerusalém.

Nenhum comentário: