"Que minha vida e minha glória sejam jogadas ao chão e do pó possa brotar um perfeito adorador" Filhos do Homem

sexta-feira, 30 de maio de 2008

Papo de crente I

Na esquina da rua Uruguai com a Brusque dois crentes se encontram. Um era o porteiro de uma igrejinha lá no promorar e o outro o professor da escola teológica...

Irmão José diz: a paz professor, está na benção?

O professor responde: a paz do Senhor irmão. Estou na benção sim, e o irmão?

Irmão José : ...na verdade to no vale irmão...

O professor: mas ta no vale e anda sorrindo sozinho pela rua?

Irmão José: ...é porque eu creio nas promessas de Deus né?

O professor: E que promessa Deus te fez pra tanto riso no meio da luta?

Irmão José: Salmo 23: 4...”ainda que ande pelo vale da sombra e da morte não temerei mal algum, porque tu estás comigo”

O professor: meu Deus que vergonha eu ainda perguntar, tu tem razão em estar sorrindo mesmo mano...e afinal de contas um sorriso sempre aformoseia o rosto né...

Irmão José: ...então, é isso aí. Preciso ir, fica na paz.

O professor: ...a paz do Senhor então e obrigado pela lição de vida que você me deu hoje.

Um comentário:

Aline disse...

é algo tipo aconteceu comigo ...