"Que minha vida e minha glória sejam jogadas ao chão e do pó possa brotar um perfeito adorador" Filhos do Homem

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

Vencendo o pecado


“Quem não quer perder para o pecado, não sobe no ringue para competir com ele.”

Esses dias li essa frase em uma rede social e nem me lembro mais quem a citou, mas o fato é que é uma verdade e me instigou a pensar sobre o assunto.

Existe alguma maneira do homem não pecar?
O Salmista diz: Escondi a tua palavra no meu coração para não pecar contra ti (Sl 119:11), mas a verdade é que mesmo grandes homens de Deus, inclusive o salmista DAVI, que vivem em constante oração e leitura bíblica, dão suas derrapadas diante do pecado, não por querer, mas por ser humanos e herdeiros do pecado como diz Romanos 5:12.
Não somos hipócritas em dizer que somos santos e não pecamos, mas podemos ser santificados por Deus, e nossos pecados perdoados pelo sangue do Cordeiro – Jesus.

Mas podemos ao menos evitar o pecado?
Sim. Podemos. Provérbios 27:7 diz, “A alma farta/saciada pisa o favo de mel, mas para a alma faminta todo amargo é doce.”
O único meio de conseguirmos evitar o pecado que nos rodeia é alimentando nossa alma com as coisas de Deus. Oração e bíblia.
Se o corpo necessita de carboidratos, proteínas, vitaminas e outras coisinhas para se sustentar, com nossa alma não é diferente. Precisamos alimentá-la para que haja força, e sobretudo vida. E qual o combustível/alimento da alma? DEUS. Só conseguimos alimentá-la buscando a Deus, seja em oração, adoração, leitura da sua palavra. Devemos a todo o tempo estar com nossos corações firmados em Deus, que é a verdadeira razão de nosso existir.
Na palavra de Deus, encontramos inúmeras pessoas que colocaram em seu coração em não pecar contra Deus e venceram apenas alimentando sua alma em Deus. Podemos citar o exemplo de Daniel, a menina escrava na casa de Naamã, Estevão e tantos outros. Mas infelizmente também encontramos outros que tomaram a decisão errada, o caminho errado e com a alma faminta se lambuzaram com o sabor amargo do pecado. Exemplos: Sansão, Jeazi, Esaú e muitos outros que poderíamos numerar aqui.
Portanto se não podemos viver nesse mundo sem pecado, ao menos podemos ligar nossos corações em Deus e alimentar a nossa alma para a hora que nos depararmos com os manjares do pecado possamos como disse Salomão, pisar o favo de mel.

E se pecarmos? O que fazer?
“Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.” (1 João 2:1)

As palavras do apóstolo do amor, chamado “aquele a quem Jesus amava”, dispensa qualquer tipo de explicação, sabendo que temos Jesus como nosso advogado basta apenas que ele encontre em nós um coração arrependido e o desejo de não repetir os mesmos erros e com certeza Ele que deixou toda sua glória, fazendo-se servo e entregando sua vida, sendo fiel até a morte e morte de cruz, nos perdoará de nossos pecados e purificará assim a nossa alma para que possamos enchê-la de Sua doce e gloriosa presença que é o que nos afastará de todo o pecado.

Ruan Ladwig

quinta-feira, 13 de outubro de 2011

Grande é o Senhor

Clássico, sempre choro adorando a Deus um esse louvor!


terça-feira, 20 de setembro de 2011

A renuncia do Filho


De sorte que haja em vós o mesmo sentimento que houve também em Cristo Jesus,
Que, sendo em forma de Deus, não teve por usurpação ser igual a Deus,
Mas esvaziou-se a si mesmo, tomando a forma de servo, fazendo-se semelhante aos homens;
E, achado na forma de homem, humilhou-se a si mesmo, sendo obediente até à morte, e morte de cruz.  (Filipenses 2:5-8)


Deus tem ministrado muito em meu coração a respeito do texto acima, embora já o tenha lido inúmeras vezes o Senhor tem dado algo novo a mim, afinal a Sua palavra se renova a cada manhã.
Quando Estevão é apedrejado no capítulo 7 de Atos, ele tem uma visão dos céus e o escritor registras as palavras de Estevão dizendo: - Eis que vejo os céus abertos, e o Filho do homem, que está em pé à mão direita de Deus. (Atos 7:56)
Deixa-nos claro que Jesus tem o seu lugar de destaque no céu, que é ao lado direito do Pai. E Ele sendo Deus é adorado no seu trono por serafins conforme descrição do profeta Isaías, no capítulo 6.
Fico imaginando a glória de Deus enchendo todo o lugar e os serafins O adorando noite e dia sem cessar, e o Senhor recebendo tudo o que lhe é de direito que é toda honra, toda glória e louvor diante do Seu trono. No entanto havia algo mais importante para Ele, e isso lhe fez abandonar toda Sua glória para vir a esse mundo de conflitos, tribulações e pecado, fazendo-se semelhante a mim e a você, porém sem se contaminar com as paixões dessa vida.
De certo que enquanto Jesus esteve em seu ministério na terra, um lugar ficou vazio no céu, isso me leva a imaginar os seres celestiais sobrevoando o trono de Jesus e já não tinham ali o Filho de Deus, ao qual adoravam noite e dia.
No mesmo instante que Jesus fazia falta nos céus, na terra Ele era desprezado e humilhado como descreve o profeta Isaías no capítulo 53.

O Filho de Deus trocou seu trono de glória por uma manjedoura, trocou suas vestes celestiais por roupas de um homem simples de Nazaré, deixou a adoração de seres celestiais para ser humilhado e crucificado por homens maus.

E as vezes não queremos renunciar coisas tão pequenas por amor a Ele, que, abandonou toda glória, toda riqueza que há nos céus apenas por pensar em mim e em você.

Pense nisso.

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Edir Macedo - A resposta divina veio a jato.


O que mais gerou polêmica no meio evangélico essa semana foram as declarações do Sr. Edir Macedo Bezerra, presidente (dono) do grupo IURD em relação aos cantores evangélicos e aos cultos de igrejas pentecostais, que ele chama ironicamente de cai-cai.
O referido Sr. (que não pode ser chamado de bispo) aparece em um programa de rádio e TV transmitido pelo site da IURD caçoando de pessoas que dizem cair no poder de Deus e igrejas que têm esse mover em suas doutrinas.
No vídeo, Edir Macedo diz que 99% dos cantores evangélicos são possessos de demônios, e como exemplo ele cita o nome da cantora Ana Paula Valadão, que há praticamente uma década é referencia de louvor e adoração à Deus, e diz que Ana Paula também é endemoniada, que quando a cantora caiu no poder em evento público era na verdade possessão demoníaca.
Na continuidade ele compara as igrejas pentecostais ao centros de umbanda, que o mover que há nessas igrejas é apenas emoção e demônios, e ainda desafiou todos os pastores dessas igrejas para ir expulsar o demônio dele e se ele cair ele se converte a essa doutrina do cai-cai. Depois ele diz que se não cair, vai orar pelos pastores e expulsar os demônios deles e garante que expulsa.
Enquanto são passadas imagens de cultos em que o Pr. e Deputado Marco Feliciano está pregando o Sr. Macedo dá risadas e cita alguns bordões usados em referencia as religiões afro. E faz comparações passando vídeos dos dois cultos, pentecostais e afro.
Macedo chama o movimento de “praga desgraçada” e também compara a dança dos fiéis com o frevo de Pernambuco, ao qual equivocadamente ele chama de TREVO.
Em resposta a tudo isso muitas pessoas se manifestaram nas redes sociais em favor de Ana Paula Valadão, inclusive cantores do segmento gospel que também tem dedicado suas vidas em adorar o Deus verdadeiro e todo poderoso.
Já o deputado Pr. Marco Feliciano redigiu uma nota em seu site com muita diplomacia, esclarecendo ao “todo-poderoso da rede Record” as grandes diferenças que há entre os cultos ao Senhor dos cultos de umbanda e outras religiões.
Mas a maior resposta veio hoje (13) a tarde, quando os sites de notícia davam a informação de que o pontífice da IURD e alguns dos seus “followers” foram indiciados pelo MP por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Eles que pregam um deus que abençoa apenas aquele que contribui, que vivem a doutrina do “toma lá, dá cá” mais uma vez são alvos de investigação do MP, provavelmente isso não terá o fim justo que desejamos, mas já vale como uma resposta divina as acusações que esse ENDEMONIADO faz contra os servos do Deus vivo, mais uma vez fica provado que ninguém toca na menina dos olhos de Deus e fica impune. Deus é amor, mas também é justiça!


Abaixo os links de toda essa história:

Vídeo 01

Vídeo 02

Vídeo 03

Resposta do Pr. Marco Feliciano


Ruan Ladwig

Até onde vai o ser humano??

Hoje li uma notícia no G1 que me fez pensar, qual a idéia de uma pessoa querer parecer-se com o Diabo.
Primeiro que ninguém sabe ao certo como ele é, a bíblia cita-o como anjo de luz (Lucifer), como serpente, e outros. Mas criou-se um esteriótipo definido de um ser com chifres, avermelhado, um rabo e um garfo tridente na mão. Esse rapaz da foto não é o primeiro a fazer essas loucuras no seu corpo para ficar parecido com o bicho ruim, mas como saiu na mídia me impressionou.
Ora, se somos feitos imagem e semelhança de Deus, qual o objetivo de um ser humano querer parecer com o inimigo do criador? Só o reino espiritual pode explicar, a nós cabe apenas a missão de orar por essa geração que a cada dia se perde nas profundidades desse mundo que jaz do maligno.


Abaixo segue Matéria do G1.com

Com chifres na testa, 'adorador do diabo' é acusado de mortes nos EUA.
Caius Veiovis também tatuou o número 666 na testa.Ele é acusado de participação na morte de três pessoas.

O norte-americano Caius Veiovis, de 31 anos, que implantou vários chifres na cabeça, é acusado de três mortes no estado de Massachusetts, nos EUA. Veiovis compareceu na segunda-feira (12) em uma audiência no tribunal de Pittsfield.

De acordo com a polícia, Veiovis, que também tatuou o número 666 na testa (conhecido como número do diabo), é acusado junto com Adam Hall, de 34 anos, e David Chalue, de 44, pelas mortes de David Glasser, de 44, Edward Frampton, de 58, e Robert Chadwell, de 47.
Todos eram membros de um grupo chamado "Hells Angels".

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Uma pequena análise da enchente em Itajaí - 2011


*Em primeiro lugar a antecedência em que toda a população foi avisada.
A primeira diferença evidente da enchente de 2008 para essa foi o tempo que a cidade teve para se preparar. Embora na quinta-feira (08/09) não era dada a certeza de que viriam as cheias na cidade o povo que já está como gato escaldado (que tem medo de água fria) começou a se preparar para o pior. Eu mesmo já estava com minha casa toda preparada para caso de enchente até maior do que a de 2008, por conta da informação divulgada pelo meteorologista da RBS TV, Leandro Puchalski no facebook.

                *A deficiência do serviço público no aviso.
Tenho a consciência de que o serviço público, seja municipal, estadual ou federal, nunca estará pronto para atender esse tipo de situação, mas na minha opinião houve uma demora muito grande para se confirmar a situação na cidade, o que fez muitos ‘teimosos’ deixarem suas casas nos últimos instantes e sofrerem mais por conta disso.
Ainda no dia 08/09 a defesa civil já tinha todas as informações do que estava acontecendo em Brusque, Blumenau, Rio do Sul. A barragem de Ituporanga já estava em situação crítica, vertendo água e com 04 comportas abertas e em Itajaí dizia-se que a cidade seria atingida apenas nas populações ribeirinhas.

                *A cobertura da TVBE
Parabéns a TVBE que fez a cobertura do “evento” com muita garra, deu pra sentir nos ancoras do plantão o sentimento de que estavam ali cumprindo uma missão, que era informar a população de tudo que acontecia na cidade em tempo real.
Pela tentativa de informar em tempo real, muitas informações erradas vieram. Não por culpa da TV, mas culpa de pessoas que ligavam passando essas informações, culpa também dos responsáveis pelos órgãos públicos que diversas vezes passavam informações contraditórias, como se não houvesse uma harmonia de comunicação entre eles.

                *Igrejas e ONGs
Nas minhas andanças pela cidade vi o pessoal de proteção aos animais recolhendo bichinhos que estavam “a deriva” e parabenizo pelo trabalho, embora eu pense que nesse momento as pessoas sejam mais importantes.
Parabéns a algumas igrejas que abriram suas portas acolhendo desabrigados, distribuindo mantimento e água potável, e prestando todo atendimento necessário ao povo que mais uma vez sofre com os intempéries.
No contraponto, outras igrejas que não tiveram a sensibilidade de abrigar nem mesmo seus membros, fiéis, dizimistas. Fecharam suas portas para quem lhe dá o sustento.
Órgãos filantrópicos que recebem mensalmente sua ajuda da filantropia, nem se lembraram que nesse momento deveriam ser os primeiros a abrir suas portas.
EXEMPLO: O Salão paroquial da igreja do bairro São Judas ficou com suas portas fechadas todo o tempo, sendo que ali poderiam ser abrigadas mais de 100 pessoas.

*Resultado positivo
É até chato falar em resultado positivo em uma situação calamitosa dessas, mas comparado ao ocorrido de 2008 dessa vez nosso povo perdeu muito menos e conseqüentemente a cidade também, o que é bom, pois a grana que chegar poderá ser investida muito mais na melhoria dos rios e em ações preventivas do que em donativos e ajuda humanitária.
O que me deixa muito chateado é ver tantos aproveitadores querendo agora que o governo lhes dê tudo (sem ter perdido nada). É impressionante como pode no primeiro dia de enchente as pessoas não ter mais mantimento e já estavam pedindo ajuda. Outros já rodeavam os supermercados esperando o primeiro entrar para então fazer a festa.
Parabéns a PM que reforçou a segurança nesses pontos onde havia a possibilidade de arrombamentos e saques evitando o caos que se instalou na última enchente e mantendo a tranqüilidade num momento tenso como o que se vivia.

Enfim, ao povo sofrido muita força e aos nossos políticos competência e honestidade, eles são a esperança de dias melhores à nossa sociedade.

Ruan Ladwig

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

10 conselhos para os jovens resistirem ao sexo antes do casamento. Por Billy Graham

O pregador batista norte-americano Billy Graham que foi conselheiro espiritual de vários presidentes americanos e é considerado um dos mais influentes escritores cristãos compartilha de dez conselhos para os jovens a cerca de cuidados para que não venham cometer o ato sexual antes do momento “certo”.

Confira abaixo os conselhos dado por Graham:

1) Evite más companhias. Se você andar com maus elementosficará dominado por eles. A Bíblia diz: “Retirai-vos do meio deles, não toqueis em coisas impuras” (II Co. 6):

2) Evite o segundo olhar. Você não pode controlar o primeiro, mas pode evitar o segundo, que se torna cobiça.

3) Discipline suas conversas. Evite piadas e histórias com sentido duvidoso. “As más conversações corrompem os bons costumes” (I Co 15:33)

4) Tenha cuidado com a maneira de vestir-se. Deve ser um assunto entre você e Deus as roupas que usa. Uma jovem recém-convertida falou: De agora em diante vou vestir-me como se Jesus fosse o meu acompanhante.

5) Escolha cuidadosamente os filmes e programas de televisão que assiste.

6) Tome cuidado com o que você lê. Muito da literatura contemporânea apela ao instinto sexual.

7) Esteja em guarda com respeito a seu tempo de folga. Davi tinha o tempo em suas mãos, viu Beteseba e caiu em complicações.

8) Faça uma regra de nunca se envolver em namoro pesado. Jovens cristãos deviam orar antes de cada encontro. A moça que tem Jesus Cristo em seu coração possui um poder sobrenatural para dizer “não” aos avanços de qualquer rapaz. E o rapaz que conhece Jesus Cristo tem poder para disciplinar sua vida.

9) Invista grande parte de seu tempo lendo as Escrituras - “Guardo no meu coração a tua palavra para não pecar contra ti”. (Sl 119:11) – Memorize versículos e quando a tentação chegar, cite-os. A palavra de Deus é a única coisa à qual satanás não pode se opor.

10) Cultive a Cristo em seu coração e vida. Deus o ama e uma forte fé Nele tem livrado a muitos homens e mulheres de cometer imoralidades (I Jo 2:14).

Fonte: Gospel+

Por: Billy Graham

quinta-feira, 21 de julho de 2011

Respondendo aos apelos


Popularizado por Charles Finney, o sistema de apelo se tornou um gancho evangelístico das igrejas. Por Christian History & Biography

O pastor encerra seu sermão: “O Espírito Santo convida você a vir. A congregação orando, esperando ansiosa, convida você a vir. Na primeira nota da primeira estrofe, desça as escadas, desça por estes corredores. Que os anjos possam acompanhá-lo. Que o Espírito Santo de Deus o encoraje. Que a presença de Jesus caminhe ao seu lado enquanto você vem, enquanto nós permanecemos em pé e cantamos ao Senhor”. E as pessoas realmente vêm. Semana após semana, em igrejas por todo o mundo, cenas como essa acontecem ao fim de milhares de sermões. A congregação fica em pé e canta; os pecadores caminham pelos corredores e oram por salvação.
Este método evangelístico bem comum, conhecido como sistema de apelo, não foi sempre assim. Evangelistas bem-sucedidos como George Whitefield, Jonathan Edwards e John Wesley nunca fizeram um chamado ao altar. De fato, eles nem sequer sabiam o que era isso. Eles convidavam seus ouvintes apaixonadamente para vir a Cristo pela fé e aconselhavam regularmente os pecadores ansiosos depois dos cultos. Mas não lhes pediam para dar uma resposta pública ou física após os sermões evangelísticos. Então, de onde vem esta prática?
Inicialmente, o apelo era usado como um meio eficiente de reunir pessoas espiritualmente interessadas em se juntarem para aconselhamento após um sermão. Em vez de procurar os penitentes um a um, o pregador os chama à frente, ou a outra sala, para conversar e orar. Alguns pastores usaram este recurso no fim da primeira década do século 18, mas apenas durante os encontros campais do segundo grande despertamento da América foi que eles realmente ganharam espaço.
Os encontros campais eram comuns em Estados de fronteiras, como Kentucky e Tennessee, por volta do começo do século 19. Estas reuniões que duravam alguns dias eram um meio de os ministros (a maioria metodista, batista, presbiteriana e discípulos) introduzirem o evangelho aos colonos rurais. As primeiras reuniões campais foram feitas com pregações apaixonadas e respostas extremas. Centenas de ouvintes gritavam, gemiam, desmaiavam, contorciam-se e choravam desesperadamente. Os pregadores geralmente viam estas respostas como evidência da obra do Espírito Santo.
Por volta de 1805, estes movimentos corporais espontâneos eram menos comuns. Os ministros faziam um “apelo” como um meio visível de medir a resposta das pessoas às suas mensagens. Os “altares” eram áreas cercadas perto do lugar principal de pregação no campo onde os pregadores desafiavam os pecadores a buscar a salvação. O pregador metodista Peter Cartwright descreveu um encontro campal em 1806: “O altar estava cheio de gente transbordando em lamentos”. Outro pregador metodista contou detalhadamente o momento em que “o cercado estava tão cheio de gente que as pessoas não tinham a possibilidade de fazer qualquer movimento lateral, mas estavam literalmente cambaleando em massa”. Os metodistas experimentaram um crescimento exponencial durante os primeiros do século 19, em parte por causa de seus métodos evangelísticos, incluindo os encontros campais e os apelos públicos.
Muitas pessoas consideram Charles Grandison Finney (1792-1875) o “pai do apelo”. Ordenado ministro presbiteriano em 1823, Finney começou a fazer os convites públicos muito tempo depois de os metodistas já terem feito desse método parte regular de seus encontros campais. Finney, entretanto, fez mais que qualquer outro para estabelecer os apelos como uma prática aceitável e popular no evangelismo americano. Ele normalmente chamava os pecadores ansiosos até a frente da congregação para se sentarem no “banco dos ansiosos”. Ali, eles recebiam oração e geralmente ouviam um sermão individual. O apelo também foi uma das famosas “novas medidas” de Finney. Ele estava convencido de que os pastores poderiam produzir avivamento usando os métodos corretos e que, chamar pecadores arrependidos à frente “era necessário para tirar [os pecadores] do meio da massa de ímpios para levá-los a uma renúncia pública de seus caminhos pecaminosos”.
Enquanto muitos abraçaram as “novas medidas” de Finney, outros estavam desconfiados da teologia que sustentava a prática. Finney acreditava que a morte de Cristo tinha tornado a salvação possível para todos. A depravação humana era “uma atitude voluntária da mente”, e não algo que tinha nascido conosco. A conversão, portanto, dependia da vontade humana ser convencida a se arrepender e confiar em Cristo. De acordo com Finney, o apelo era uma ferramenta muito persuasiva para mudar a vontade humana. Ministros calvinistas, como Asahel Nettleton, rejeitaram a confiança que Finney tinha na capacidade humana e sua dependência no sistema de apelo. Eles acreditavam que o ser humano nasceu com uma natureza pecaminosa. Os pecadores eram incapazes de confiar em Cristo até que Deus mudasse seus corações. O historiador Iain Murray aponta que muitos oponentes ao apelo “alegavam que o chamado para uma ‘resposta’ pública confundia um ato externo com uma mudança espiritual interna”. Além disso, diz Murray, o apelo efetivamente “instituiu uma condição de salvação que nunca apontava para Cristo”. Os críticos argumentam que o evangelismo dessa forma resultou em uma falsa segurança, já que uma grande parcela daqueles que iam à frente para “receber a Cristo” logo apostatavam.
A despeito das críticas, o sistema de apelo continua com força. Tornou-se um artefato permanente no evangelismo americano. Só é preciso assistir a alguns poucos minutos de uma cruzada de Billy Graham na televisão para reconhecer que aquilo que um dia foi uma “nova medida” se tornou uma tendência dominante. A voz distinta de Graham chama em alto som: “Suba ali, desça aqui, eu quero que você venha. Se você estiver com parentes e amigos, eles vão esperar por você. Os ônibus vão esperar por você. Cristo percorreu todo o caminho da cruz porque Ele o amava. Certamente você pode dar alguns passos e dar sua vida a Ele”. Enquanto o local deixou de ser a remota Kentucky e se transferiu para os modernos estádios de futebol, e o meio de transporte evoluiu de carroças cobertas para ônibus fretados, o sistema de apelo resistiu. É caracterizado até hoje nas histórias de incontáveis cristãos que contam ter encontrado Cristo quando ficaram em pé, ergueram suas mãos, deram passos até a frente e chegaram ao altar, respondendo ao apelo.

terça-feira, 31 de maio de 2011

Fidelidade - por que as pessoas traem?

FIDELIDADE - POR QUE QUE AS PESSOAS TRAEM?
(Ct. 4:12; 8:10; 1 Co. 7:2-5)
Pr. Josue Gonçalves

"Jardim fechado... Eu sou um muro, e os meus seios como as suas torres; sendo eu assim, fui tida por digna da confiança do meu amado". (Gn. 2:24,25) Quem ama não trai. Com certeza não existe maior traição da confiança do que a infidelidade conjugal. POR QUE PESSOAS TRAEM? (Segundo o terapeuta norte-americano Alert Ellis).

Causas não-neuróticas:
Insatisfação sexual no casamento que pode levar a busca de compensação. A perda de atração pelo companheiro(a). O desejo sexual vai ficando reprimido e as fantazias vão se multiplicando até levar ao adultério. A excessiva absorção no trabalho, pode produzir no outro uma sensação de rejeição e abandono. O tédio, que vem da repetição, da rotina e que gera indiferença sexual e emocional. Extensos períodos de ausência. A pressão do estar longe de casa durante longos períodos de tempo pode ser esmagadora. Doenças físicas de vários tipos. Gestações sucessivas.

Causas neoróticas:
- Os "mimados" - são aqueles que acreditam que precisam de tudo o que desejam. Encaram caprichos temporários com necessidades básicas. Os casos nunca correspondem sua expectativas, que são, aliás, irreais (ex: a síndrome do fim de semana perfeito, do sexo perfeito).
- Os "narcisistas"- eles se consideram irresistíveis, têm uma necessidade constante de reconhecimento e admiração, uma enorme preocupação consigo mesmos e uma total incapacidade de corresponder. Adultério para eles é uma experiência de auto - engrandecimento.
- Os "os fujões" - são aquelas pessoas que estão fugindo não apenas de si mesmas, mas da própria vida.
- Os "imaturos"¬ - são os que através da infidalidade procuram afirmar, provar eternamente sua masculidade ou feminilidade. A vida se transforna num teste contínuo de sedução. A mola propulsora desse comportamente é ansiedade.
- Os "inseguros" - são pessoas que se autodesvalorizam, não se respeitam e não têm auto estima. Usam o adultério como fuga.
- Os "vazios" - são os que sofrem de um grande vazio existencial e se recusam a dar um sentido para a própria vida. Estes vão tendo relacionamento promíscuos para encobrir a falta de nexo dentro de si mesmos.
- Os "vingativos"- São os que traem tendo como motivação um sentimento de vingança.

A fidelidade conjugal da segurança ao casamento e garante a bênção de Deus na vida do casal. Veja o a Palavra de Deus diz: "Digno de honra entre todos seja o matrimônio, bem como o leito sem mácula; porque Deus julgará os impuros e adúlteros". (H. 13:4) Na verdade, o adultério é a manifestação da necessiade de cura, libertação interior.

____________________________
Extraído do livro: "Casais Debaixo da Graça"
Autor: Pr. Josué Gonçalves
www.familiaegraca.com.br

quinta-feira, 19 de maio de 2011

A frase mais difícil da oração

Desde muito pequeno que ouvimos e fizemos a oração universal, que foi ensinada pelo nosso Sumo Líder e Senhor. A famosa oração do Pai nosso.
Quando Jesus falando aos discípulos orou ‘o Pai nosso’, ele estava ensinando a estrutura de uma oração em si.
No primeiro momento da oração é o momento de adoração a Deus. Jesus começa exaltando o Senhor e adorando seu nome que é santificado, logo após isso já vem o checkmate, “seja feita a Tua vontade”, ou seja, se não estiver disposto a fazer a plena vontade do Pai nem adianta prosseguir com a oração.
É muito fácil pedir o pão de cada dia, perdão pelas ofensas e proteção de todo Mal, mas viver em acordo com a vontade de Deus nem sempre é uma missão simples.
Ora se o apóstolo Paulo diz que a vontade de Deus é boa, perfeita e agradável como pode ser difícil vivê-la?
Deus não vive em nosso tempo, mas sim no Seu tempo chamado Kairós. Ele não vê nossa vida em curto prazo e sim a longo, sendo assim sua vontade muitas vezes não é compreendida por nós que estamos em uma dimensão tão menor e regrados pelo Cronos.
Nós queremos tudo para o agora, já, imediatamente. Deus quer apenas manifestar a Sua glória, e para isso há sempre um tempo determinado.
Quando encontramos uma pessoa querida em um leito de enfermidade, pedimos a Deus que instantaneamente ela seja curada, mas não perguntamos se essa é a plena vontade dELe. Não conseguimos e nunca conseguiremos alcançar os planos perfeitos de Deus, mas precisamos ao menos entender que existe um plano superior a nós, uma dimensão sobrenatural que foge totalmente aos nossos padrões e supera nosso entendimento.
Um exemplo claro disso foi quando minha avó materna sofreu um AVC e foi parar em coma na UTI do hospital, todos da família se reuniam em casa para vigílias e orações em favor da sua cura. Embora me doesse muito eu sabia que a vontade de Deus não era curá-la, mas sim levá-la com Ele. As pessoas que nos rodeavam traziam palavras de ânimo, até mensagens “proféticas” de que ela sairia daquela situação curada, mas em meu coração e tinha certeza de que ela partiria com o Senhor. Depois de 45 dias em coma, a família chegou ao consenso de que realmente o Senhor iria levá-la, e quando com muita dor todos entenderam a vontade de Deus, ela partiu para a eternidade.
Quando o apóstolo Paulo escreveu a carta a igreja de Roma ele já havia passado por muitas situações por amor ao evangelho. Paulo suportou perseguição, naufrágio, ofensas e tantas coisas que na visão humana o fariam desistir, mas Paulo estava disposto a cumprir a frase mais difícil da oração.
E nós? Até onde vamos para fazer a vontade dEle?
Precisamos ter o entendimento de que mesmo que as vezes seja com dor, o resultado final sempre será bom, perfeito e agradável.
Agora de forma consciente vamos fazer a oração universal até o fim, sem medo de parar no trecho mais difícil.

- Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome;
Venha o teu reino, seja feita a tua vontade, assim na terra como no céu;
O pão nosso de cada dia nos dá hoje;
E perdoa-nos as nossas dívidas, assim como nós perdoamos aos nossos devedores;
E não nos induzas à tentação; mas livra-nos do mal;
porque teu é o reino, e o poder, e a glória, para sempre.
Amém.

quinta-feira, 28 de abril de 2011

David Wilkerson morre aos 79 anos.



Quem não se lembra do livro/filme ‘A cruz e o punhal’, clássico nos anos 80 que conta a história de um jovem pregador da palavra de Deus na cidade de Nova Iorque, onde tenta de forma comovente converter corações de jovens delinqüentes ao evangelho de Cristo.




O filme retrata uma realidade muito dura da juventude americana da época, mas mostra acima de tudo o poder transformador do nosso Senhor Jesus Cristo.
O jovem pregador do filme era David Wilkerson, nascido em Indiana, no ano de 1931, casou-se em 1953 com Gwen Carosso, pai de dois filhos que são ministros, duas filhas e avô de 11 netos.

O reverendo, fundador da Igreja de Times Square em Nova York, e escritor de diversos livros, faleceu nesta quarta-feira em um acidente de carro numa rodovia do Texas. Seu carro perdeu o controle e se chocou com um caminhão que vinha no sentido contrário. Sua esposa Gwen também estava no carro e foi levada para o hospital juntamente com o motorista do caminhão. Não há notícias do hospital quanto ao estado de saúde deles.




A notícia do acidente começou a se espalhar rapidamente na noite de quarta-feira em sites de redes sociais como Facebook e Twitter. Rich, um primo de Wilkerson confirmou a morte no Twitter. ”Confirmo que meu querido primo David Wilkerson perdeu a vida num trágico acidente de carro esta tarde. Suas orações são necessárias neste momento”, escreveu ele.




Wilkerson postou em seu blog um artigo datado de 27 de abril – o dia da sua morte. Intitulado “Quando tudo mais falhar”, ele incentivou as pessoas que estão enfrentando dificuldades a “permanecerem firmes na fé”.
“Para quem passa pelo vale da sombra da morte, ouça esta palavra: o choro vai durar por algumas noites escuras e terríveis, mas em breve você vai ouvir o sussurro Pai: ”Eu estou com você’. Amado, Deus nunca deixou de agir, sempre com bondade e amor. Quando tudo mais falhar, o seu amor ainda prevalece. Segure firme em sua fé. Permaneça firme na sua Palavra. Não há outra esperança neste mundo.”




Wilkerson passou a primeira parte do seu ministério trabalhando em Nova York com membros de gangues e viciados em drogas, conforme relatou em seu best-seller A Cruz e o Punhal .
Em 1971, iniciou o World Challenge, ministério que cuidava de suas cruzadas, conferências, evangelismo e outras atividades. Em 1987 fundou a Igreja de Times Square, que hoje é liderada pelo pastor Carter Conlon e tem mais de 8 mil membros.
Wilkerson também fundou o Desafio Jovem, e um programa cristão para recuperação de jovens viciados.









fonte: CPAD News

segunda-feira, 25 de abril de 2011

Minhas considerações sobre o Bispo Samuel Francelino.

O assunto mais falado na cidade tem sido sem dúvida a morte do presidente do ministério CEI (Centro Evangelístico Integrado), bispo Samuel Francelino. O bispo sofreu um AVC enquanto ministrava a palavra de Deus no culto da última quarta-feira (20) e ficou em coma no hospital até o sábado, quando faleceu.
Todos os veículos de comunicação noticiaram a morte do bispo. A internet bombou em todas as redes sociais. Pessoas pelas ruas da cidade lamentando o falecimento e cogitando milhares de hipóteses sobre o futuro do ministério, e das empresas que pertenciam ao saudoso bispo.

Mas enfim, vou dar minhas considerações em relação a Samuel Francelino. Primeiramente, cumprimento a família que sofre nesse momento com a falta do pai, do marido, do avô. Também a igreja que chora a ausência do líder, do bispo, do amigo, da referencia cristã. Os meus verdadeiros sentimentos de pesar e tristeza.

Pouco conheci a pessoa de Samuel Francelino, mas como cidadão itajaiense reconheço a importância desse homem para a cidade. Homem empreendedor, único que conseguiu a concessão de uma TV comunitária local, que teoricamente é a TV de Itajaí. Também dono da maior rádio comunitária e evangélica local.

Mas o que quero mesmo falar é como cristão. Desde minha adolescência o ministério do Bispo Samuel tem sido referencia de cristianismo na cidade de Itajaí. No momento em que os “crentes” ainda eram uma grande minoria da sociedade, ainda eram vítimas de preconceito e desprezo por grande parte das pessoas, apareceu o CEI, o Santuário da Família.

Com um formato inovador de cultos, com muita música, palmas e danças as pessoas foram aos poucos se afeiçoando com o povo chamado de “crentes”. Foi ali, no santuário da família que muitas pessoas encontraram uma nova razão de viver. Foi através da Palavra de Deus, pregada pelo bispo Samuel que muitas vidas se encontraram com o Salvador Jesus. Muitos jovens trocaram as drogas pela esperança em Cristo. Famílias inteiras foram restauradas e encontraram novamente o amor.

Mas o legado de Samuel Francelino não está apenas no CEI, mas também na rádio 106fm que durante anos transmitiu as orações do bispo. Pessoas que nunca chegaram a ir até a igreja, mas que através do rádio encontraram a salvação em Cristo. Pessoas que contavam os minutos no relógio para o momento de “orarmos a palavra de Deus”, esperavam ansiosamente para ligar e pedir uma “sementinha” que era tirada pelo bispo.

Por fim, não foram apenas os crentes do CEI que perderam, mas toda a cidade de Itajaí. Perdeu um empreendedor, um homem de negócios, um formador de opinião. Perdeu um intercessor, que cobria a cidade com suas orações. E a igreja de Cristo perdeu. Um valente que levantou a bandeira do evangelho de Cristo. Um homem que lançou a rede em busca de almas e arrebatou milhares delas para o reino de Deus.

Fica então o meu registro em homenagem ao homem de Deus que em 54 anos marcou sua passagem por aqui, deixando um exemplo a ser seguido por todos.

domingo, 10 de abril de 2011

Música da Semana



Deus cuida de mim
Kleber Lucas

Eu preciso aprender um pouco aqui
Eu preciso aprender um pouco ali
Eu preciso aprender mais de Deus
Porque ele é quem cuida de mim

Se uma porta se fecha aqui
Outras portas se abrem ali
Eu preciso aprender mais de Deus
Porque ele é quem cuida de mim
Deus cuida de mim.

Deus cuida de mim na sombra das suas asas,
Deus cuida de mim, eu amo a sua casa,
E não ando sozinho não estou sozinho,
Pois sei: Deus cuida de mim.
Deus cuida de mim na sombra das suas asas,
Deus cuida de mim, eu amo a sua casa,
E não ando sozinho não estou sozinho,
Pois sei: Deus cuida de mim.

Se na vida não tem direção
É preciso tomar decisão
Eu sei que existe alguém que me ama
Ele quer me dar a mão.
Se uma porta se fecha aqui
Outras portas se abrem ali
Eu preciso aprender mais de Deus
Porque ele é quem cuida de mim
Deus cuida de mim.

sexta-feira, 1 de abril de 2011

A maldição do 1° de abril.

Estive sem tempo durante o dia para fazer esse post, mas aí está:


“Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira.” (João 8:44)

Não é de hoje que todos os anos se faz uma grande festa em torno do dia 1° de abril. Por ser considerado o dia da mentira, em todos os lugares pessoas pregam mentiras em outras com o intuito de brincar. Parece ser tão inocente, mas olhando para a bíblia sagrada percebemos que de inocente mesmo não há nada.
O apóstolo João deixa muito claro no versículo acima a quem verdadeiramente pertence a mentira. E se pertence a ‘ele’, logo quem a pratica também é filho do diabo. Mentira de brincadeira, não deixa de ser mentira.
Através dessa data, satanás aproveitou sua filha como o veículo mais ágil para levar o povo ao seu reino que é lugar de gritos e ringir de dentes.

Dizem por aí que a mentira tem a perna curta, e tem mesmo. Todos com certeza tem uma história que comprova o ditado popular.
A mentira é como um vício. Inicia de forma sutil e termina literalmente no fundo do poço. Conheço pessoas que vivem em um mundo de mentiras tão grande que ninguém do seu circulo social acredita em sequer uma palavra sua..

O apóstolo Tiago diz que a língua está posta entre nossos membros e contamina todo o corpo. E a arma que mais pode contaminar o corpo através da língua é a ‘filha do bicho’. Deus nos chama para a verdade e a bíblia diz que Ele abomina a mentira.

Mas como o nosso Deus está acima de tudo e de todos, Ele tem poder para perdoar e libertar um mentiroso. O próprio apóstolo João nos mostra isso em seu evangelho dizendo: E conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará. João 8:32.

Enquanto é disseminada a maldição do dia 1° de abril, Deus nos chama para libertar o povo de toda a maldição através da verdade, e lembre-se que Jesus disse: Eu sou a verdade. E se Cristo é a verdade e a mentira é filha do diabo, cabe a nós escolhermos a quem servir. Se não convém que de uma mesma boca proceda benção e maldição, também não é conveniente que da mesma boca que profere a verdade de Cristo saia a mentira do diabo.
Escolha a verdade, pois todos os dias do mentiroso são maus, mas o coração verdadeiro é um banquete contínuo.

Dica de livro #ficadica

Em um momento de minha vida, esse foi meu livro de cabeceira! Vale muito a pena ler!!

quinta-feira, 31 de março de 2011

A nobreza do Servo

Quero escrever essa mensagem com base na mensagem que eu ouvi no último sábado pelo pastor João Viana, ela fala sobre o ato de servir. Mesmo com títulos muito importante na vida secular nenhum é tão nobre ou tão valoroso como o de servo. A mensagem é baseada no livro de Romanos, capítulo 1 e o primeiro versículo:

“Paulo, servo de Jesus Cristo, chamado para apóstolo, separado para o evangelho de Deus.”


Todos conhecem a historia da vida de Paulo. Um homem conhecedor da lei judaica, defensor da Torá e perseguidor do povo que pregava a salvação dos gentis através de um homem chamado de Cristo. Paulo aprendeu desde criança que a salvação era para os Judeus, através das leis. Além de conhecedor e seguidor das leis judaicas, Paulo era cidadão Romano o que lhe dava certa proteção com o império. Sua formação na cultura grega e ensinamentos de rabis, fizeram de Paulo um homem muito importante, conquistando títulos ao longo de sua vida de dedicação a tudo que havia aprendido.


Segundo historiadores Paulo nasceu na primeira década do cristianismo e se chamava Saulo, portanto não conheceu a Jesus em pessoa, mas um dia, uma experiência pessoal e direta com Deus transformou aquele Saulo que era cheio de prepotência e títulos em um pobre cego a beira do caminho. Ao ouvir a voz de Deus dizendo: Saulo, Saulo, por que me persegues? Saulo de Tarso se transformou no SERVO Paulo. Daquele dia em diante seus títulos mudaram, e dedicou toda sua vida para servir aquele que até então perseguia. Paulo se tornou no homem mais importante da história do cristianismo, mesmo na sua época sua fama já havia se espalhado por todos os lados. Mas Paulo estava consciente que nessa obra seu maior título era o de servo, e deixou isso bem claro em suas cartas. Sempre que se escrevia se apresentava como Paulo, servo de Jesus Cristo.


Também conhecemos a história de Jó. A bíblia é muito clara em relatar que Jó era um homem importante na terra em que vivia, descrevendo todos os seus bens e riquezas. Podemos perceber que embora tenha tantos bens materiais, sendo uma pessoa importante na sociedade, no primeiro versículo já é dado testemunho de sua integridade e temor a Deus. O próprio Deus o chama de SERVO, perante satanás no versículo 8 do mesmo capítulo. E o próprio Deus dá testemunho dele.


Moisés, outro homem que deixou seus títulos para ser servo. Criado na casa de Faraó, o escritor de Atos diz que Moisés foi instruído em toda a ciência dos egípcios; e era poderoso em suas palavras e obras. Mas diante de Deus ele só tinha uma nomeclatura ‘Meu Servo’. “Não é assim com o meu servo Moisés que é fiel em toda a minha casa. Nm 12:7 “


Infelizmente temos visto pessoas que se gloriam por tão pequenos feitos, esquecendo que a razão de tudo é Cristo, o Senhor. Mas ainda tenho conhecido e visto pessoas em nossos dias que possuem muitos títulos seculares, em suas vidas se reflete o título mais nobre que é o de servo. Servo do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores. E quando não o são, se tornam servos da arrogância, da prepotência, do orgulho, servos da sua carne e como o próprio Paulo escreveu a igreja da galácia, os que cometem essas coisas não herdarão o reino dos céus (Gl 5:21).


Sabemos então que diante do Pai não temos títulos, não temos graduações, nem tampouco posição social. Diante dEle que reina sobre a terra e céus somos apenas servos. Seja também conhecido por Deus, pois haverá um dia em que Ele chamará para entrar no seu reino dizendo: “Bem está, servo bom e fiel. Sobre o pouco foste fiel, sobre muito te colocarei; entra no gozo do teu senhor”!


Ruan Ladwig

segunda-feira, 28 de março de 2011

Música da Semana

A música dessa semana é Quero Ser Encontrado Fiel de Asaph Borba
espero que Deus toque você como a mim através desse lindo louvor!



Não ando à procura de grandes coisas
De grandes obras ou realizações
Não ando à procura das riquezas
Que atraem as mentes e os corações

Mas quero buscar a pérola preciosa
A que tem real valor
E encontrar o tesouro invisível
É pra onde eu corro e vou

Eu quero ser, quero ser encontrado fiel
Eu quero ser, quero ser encontrado fiel
Fiel à tua palavra, fiel ao teu chamar,
fiel ao teu propósito, fiel em proclamar
Fiel em te adorar

Não ando à procura de grandes coisas
De grandes obras ou realizações
Não ando à procura dos falsos valores
Que se perdem em meio às gerações

Mas quero alcançar os sedentos
Saciá-los com teu rio de amor
Multiplicar os talentos
Que me confiaste, Senhor

terça-feira, 22 de março de 2011

Dica de livro - #ficadica



Uma leitura cativante de uma abordagem diferente e impressionante do fim do mundo, assunto principal do Apocalipse - último livro da Bíblia. Uma emocionante obra de ficção romanceada com aventura, suspense, ação, sofrimento e muitas emoções e descobertas. Sucesso em vendas nos Estados Unidos, esse lançamento da CPAD não segue a mesma linha da famosa série "Deixados para Trás".


Para quem gosta de ficção, essa é uma história fantástica passada no primeiro sáculo da igreja, durante a perseguição do império romano. Cristãos presos pelo império continuam confiando no poder de Deus que eles conheceram atraves de Cristo e nas profecias da carta do apóstolo.








segunda-feira, 21 de março de 2011

80 anos de Assembleia de Deus em SC 1ª parte



Uma grande festa aconteceu no último fim de semana na cidade de Itajaí-SC. A igreja Evangelica Assembleia de Deus completou 80 anos de fundação na cidade, que foi a primeira a receber a denominação no estado de Santa Catarina.

O aniversário foi comemorado com muita pompa e recebeu muitas homenagens. Pessoas de diversos setores da sociedade se fizeram presentes. Entre eles o prefeito de Itajaí, os vereadores Maurílio Moraes e Clayton Batschauer, dois deputados estaduais, entre outros políticos. Também estiveram presentes pastores de muitas cidades do estado.

Na minha opinião a festa ficou aquém do merecido, mas ainda assim estava boa. No sábado uma encenação sobre como a igreja chegou ao estado, uma narrativa um tanto insegura, meio copia do livro ‘Raízes da nossa fé’.
Me deu a impressão que foi ensaiado as pressas, em cima da hora. Pode não ser isso, mas foi a impressão que eu tive.

Na ministração da palavra o Pastor Elienai Cabral, que foi o grande momento da festividade. Uma mensagem maravilhosa que atraiu a atenção de todo o público presente.
Em momentos de muita emoção ele lembrou dos tempos de perseguição da igreja, muitos presentes relembraram dos anos de preconceito e desprezo da sociedade.
Lágrimas foram vistas nos rostos dos mais velhos, que viveram na pele tudo que era dito pelo orador.

É um grande privilégio ouvir alguém com uma bagagem tão grande de experiências com Deus. Posso dizer que muito tempo que eu não ouvia uma mensagem como essas, é pra fazer crentes se converterem novamente.

Música da semana

Agora toda semana vou postar a letra de uma música que Deus tem me tocado.
Será o meu devocional musical. E a música que o Senhor tem me tocado nessa semana é Ressucita-me da cantora Aline Barros.


Mestre eu preciso de um milagre
Transforma minha vida, o meu estado
Faz tempo que não vejo a luz do dia
Estão tentando sepultar minha alegria
Tentando ver meus sonhos cancelados
Lázaro ouviu a Sua voz, quando aquela pedra removeu
Depois de quatro dias ele reviveu
Mestre, não há outro que possa fazer
Aquilo que só o Teu nome tem todo poder
Eu preciso tanto de um milagre

Remove minha pedra
Me chama pelo nome
Muda minha história
Ressuscita os meus sonhos
Transforma minha vida
Me faz um milagre
Me toca nessa hora
Me chama para fora
Ressuscita-me

Tu és a própria vida
A força que há em mim
Tu és o filho de Deus
Que me ergue pra vencer
Senhor de tudo em mim
Já ouço a Tua voz
Me chamando pra viver
Uma história de poder!

sexta-feira, 18 de março de 2011

Pra. Alda Célia lança desafio: 30 dias para um casamento extraordinário.

Olá pessoas,
vejam o desafio lançado pela Pra. Alda Célia no seu blog.
É realmente fantástica a ideia que com certeza veio totalmente dirigida por Deus.
Hoje é o quinto dia do desafio e já está bombando no twitter.
Mas não é apenas para mulheres, você que é marido também pode fazer essa escolha em sua vida. Participe do desafio e mude seu casamento em 30 dias. Tenho certeza que você´irá perceber a diferença desde o primeiro.

Pastora Alda Célia, parabéns pela iniciativa.
Que o nosso Deus continue usando-a em Suas mãos como já tem feito e lhe dando estratégias como essa para abençoar o Seu povo.

Silas Malafaia em Florianópolis-SC

É nesse fim de semana a grande cruzada evangelística do pastor sem bigode Silas Malafaia.
Vale a pena conferir:




quarta-feira, 16 de março de 2011

Academia Evangélica de Letras ???







Só hoje que fiquei sabendo que existe isso. Academia Evangélica de letras do Brasil.
No início até achei que fosse uma idéia bacana, reunir os grandes escritores brasileiros de literatura evangélica. Entrei no site para ver do que se tratava e veio a grande decepção.

Nada mais é do que uma cópia muito mal feita da ABL secular que é famosa por suas reuniões tradicionais e extremamente conservadoras. Onde poucos tem a chance de entrar e os que entram são chamados de imortais. Cada um tem a sua cadeira numeradas e em sessões solenes cada 'imortal' veste o fardão da academia.

As fotos no site da ABL Evangélica mostra exatamente isso, pastores que se vestem com um fardão, que mais parece uma túnica e as reuniões me pareceram ser muito semelhantes com as da ABL.

Não sei o que dizer. simplesmente lembro as palavras do sábio apóstolo Paulo no capítulo 2 de I Coríntios e me faz pensar, onde essas pessoas que se dizem 'homens de Deus' estão querendo chegar? Falando e firmando suas vidas em sabedoria desse mundo?


Olhando as fotos me vem na mente uma sessão maçom, essas roupas e essas medalhas no peito. Sinceramente, eu não entendi onde está o evangelho aí!

De volta ao lar.

Depois de 01 ano, 04 meses e 12 dias volto a postar aqui.
Acredito que depois de tanto tempo tenha perdido todos meus leiores. Mas as novas são boas, volto con a intenção de ficar.
Estou cheio de idéias boas para o blog. Teremos novidade totalmente inovadoras, e espero sinceramente que possa agradar aos leitores e principalmente promover o reino de Deus atraves das palavras.