"Que minha vida e minha glória sejam jogadas ao chão e do pó possa brotar um perfeito adorador" Filhos do Homem

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Edir Macedo - A resposta divina veio a jato.


O que mais gerou polêmica no meio evangélico essa semana foram as declarações do Sr. Edir Macedo Bezerra, presidente (dono) do grupo IURD em relação aos cantores evangélicos e aos cultos de igrejas pentecostais, que ele chama ironicamente de cai-cai.
O referido Sr. (que não pode ser chamado de bispo) aparece em um programa de rádio e TV transmitido pelo site da IURD caçoando de pessoas que dizem cair no poder de Deus e igrejas que têm esse mover em suas doutrinas.
No vídeo, Edir Macedo diz que 99% dos cantores evangélicos são possessos de demônios, e como exemplo ele cita o nome da cantora Ana Paula Valadão, que há praticamente uma década é referencia de louvor e adoração à Deus, e diz que Ana Paula também é endemoniada, que quando a cantora caiu no poder em evento público era na verdade possessão demoníaca.
Na continuidade ele compara as igrejas pentecostais ao centros de umbanda, que o mover que há nessas igrejas é apenas emoção e demônios, e ainda desafiou todos os pastores dessas igrejas para ir expulsar o demônio dele e se ele cair ele se converte a essa doutrina do cai-cai. Depois ele diz que se não cair, vai orar pelos pastores e expulsar os demônios deles e garante que expulsa.
Enquanto são passadas imagens de cultos em que o Pr. e Deputado Marco Feliciano está pregando o Sr. Macedo dá risadas e cita alguns bordões usados em referencia as religiões afro. E faz comparações passando vídeos dos dois cultos, pentecostais e afro.
Macedo chama o movimento de “praga desgraçada” e também compara a dança dos fiéis com o frevo de Pernambuco, ao qual equivocadamente ele chama de TREVO.
Em resposta a tudo isso muitas pessoas se manifestaram nas redes sociais em favor de Ana Paula Valadão, inclusive cantores do segmento gospel que também tem dedicado suas vidas em adorar o Deus verdadeiro e todo poderoso.
Já o deputado Pr. Marco Feliciano redigiu uma nota em seu site com muita diplomacia, esclarecendo ao “todo-poderoso da rede Record” as grandes diferenças que há entre os cultos ao Senhor dos cultos de umbanda e outras religiões.
Mas a maior resposta veio hoje (13) a tarde, quando os sites de notícia davam a informação de que o pontífice da IURD e alguns dos seus “followers” foram indiciados pelo MP por formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. Eles que pregam um deus que abençoa apenas aquele que contribui, que vivem a doutrina do “toma lá, dá cá” mais uma vez são alvos de investigação do MP, provavelmente isso não terá o fim justo que desejamos, mas já vale como uma resposta divina as acusações que esse ENDEMONIADO faz contra os servos do Deus vivo, mais uma vez fica provado que ninguém toca na menina dos olhos de Deus e fica impune. Deus é amor, mas também é justiça!


Abaixo os links de toda essa história:

Vídeo 01

Vídeo 02

Vídeo 03

Resposta do Pr. Marco Feliciano


Ruan Ladwig

Um comentário:

garcia disse...

Parabéns pelo texto! Deus é Fiel!